l

25.4.12

"Le mystère des voix bulgares" : 28 e 29 de Abril no grande auditório do CCB

Os sons dissonantes das tradições vocais búlgaras, agrupados por tons e decorados por gritos, vibratos e glissandos fazem parte de eventos sociais ,os sedyanki, nos quais as mulheres solteiras se juntam para coser, bordar, falar sobre a vida da comunidade e sobre os noivos. A técnica usada, apesar de muito prejudicial para as cordas vocais das mulheres, é uma das maiores maravilhas do canto mundial. As composições e os arranjos corais, complexos e sofisticados - sobretudo os solos altamente ornamentados - nasceram por causa da falta de contacto que a Bulgária teve com o resto da Europa, o que fez com que a técnica vocal (agora própria), em tempos dispersa pela Europa, se tivesse apenas aí fixado. O repertório Ocidental, que mais tarde se juntou aos elementos históricos da liturgia Bizantina (no século XX depois da queda do império Otomano), deu origem ao que mais tarde seria uma das grandes descobertas do circuito de “World Music”. A transformação do sagrado em pop, essencial para a difusão em massa, tornou possível apreciar a arte que o CCB irá receber nos dias 28 e 29 de Abril (incluído no festival Dias da Música, este ano dedicado à voz humana): “Le Mystère des Voix Bulgares”. As recolhas de Marcel Cellier, suíço que viveu quinze anos na Bulgária, chegaram às mãos de Ivo Watts Russell (co-fundador da 4AD, editora pouco dada a estas sonoridades), que as lançou em quatro volumes (com o título Le Mystère des Voix Bulgares), depois de com elas ter tido contacto através de uma cassete que Peter Murphy lhe emprestou, deram a conhecer as vozes das solistas Nadka Karadzhova, Yanka Rupkina e Konya Stojanova - e muitas outras - que aguardamos ansiosamente para ver...

Etiquetas: , ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

<